10/02/2017 às 16h28min - Atualizada em 10/02/2017 às 16h28min

Empresa de call center projeta expansão de 30%

Só em janeiro, a VGX já contratou 800 funcionários; expectativa é de abertura de mais vagas nos próximos meses

De acordo com levantamento divulgado em janeiro pelo Ministério do Trabalho, o Brasil fechou 2016 com menos 1,3 milhão de vagas de emprego formal. Entretanto, algumas ocupações demonstraram um balanço positivo de admissões em relação ao número total de demissões, como é o caso dos atendentes de call center.
 
Na VGX Contact Center, por exemplo, empresa mineira que atua há três anos no segmento, o crescimento do quadro de funcionários no ano passado foi de 50%. Somente em janeiro deste ano, já foram contratados 800 novos colaboradores e a expectativa é de aumentar mais 20% do total de cargos, até o fim do primeiro semestre. Todas as vagas de 2017 foram abertas em Montes Claros.
 
Segundo Victor Felipe Oliveira, CEO da VGX Contact Center, a empresa tem feito investimentos constantes não apenas na ampliação do quadro, como também na retenção de talentos e em treinamento diferenciado. “Atuamos sempre muito próximos aos nossos colaboradores, além de investirmos em capacitação e planos motivacionais. Uma de nossas principais iniciativas é a realização de treinamento comportamental e técnico, de forma a tornar mais agradável a experiência dos clientes atendidos”, afirma.
 
Premiação nacional
 
Em dezembro do ano passado, a VGX foi eleita como o call center líder em vendas no Brasil, concedido pelo Instituto Brasileiro de Marketing de Relacionamento (IBMR). A empresa venceu em duas categorias, ouro em Operação Ativa, referente a empresas terceirizadas, e prata como Revelação, com o case "Fórmula de sucesso VGX: Pensar grande e fazer diferente".  Para Oliveira, o bom posicionamento se deve a um formato de gestão que tem dado certo desde sua fundação. “Trabalhamos com pessoas comprometidas, que multiplicam excelência. Nossos colaboradores são nosso maior bem e cuidamos para que todos trabalhem motivados e satisfeitos”, garante.
 
Melhorias no serviço
 
A estratégia da VGX em apostar na humanização do atendimento, com treinamentos constantes das equipes, está alinhada com as expectativas do público. Segundo pesquisa da revista “Consumidor Moderno”, realizada pelo Centro de Inteligência Padrão (CIP), a humanização no atendimento dos call centers é bem vista pela maioria da população.
 
A ampliação do leque de serviços oferecidos é outra alavanca para o crescimento do negócio. De acordo com o diretor, além do serviço de atendimento ao consumidor (SAC) e televendas, são feitas cobranças, ações de fidelização, helpdesk, pesquisas, atualização de base de dados e atendimento 2.0. Com uma cartela de clientes que engloba gigantes como Claro, Unimed, NET e UOL, a empresa possui quatro unidades e conta com mais de 4 mil profissionais.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »